Ascade participa de homenagem aos 30 anos do Sindilegis

 

A presidente da Ascade, Fátima Mosqueira e o diretor-executivo, Francisco Morais, participaram nesta segunda-feira, 15 de outubro, da Sessão Solene do Congresso Nacional, para comemorar os 30 anos de criação do Sindilegis.

Solicitada pelo senador Hélio José (PROS-DF), que presidiu a Sessão, o evento contou também com o senador Paulo Paim (PT-RS), o Ministro do TCU Augusto Nardes e a deputada Erika Kokay (PT-DF), dentre outras autoridades.

Durante o evento, as homenagens giraram em torno da história do Sindicato e da luta contra a tentativa de retirada de direitos, como a reforma da Previdência.

O senador Hélio José elogiou o trabalho do Sindilegis na batalha contra a PEC 287/16 e relembrou que, durante a CPI da Previdência Social, foi comprovado que a campanha para aprovação da proposta era mentirosa. O Sindicato foi um dos únicos a cobrir integralmente todas as sessões da CPI da Previdência e divulgou amplamente os resultados das investigações que desmentiam os anúncios feitos pelo Governo. “O Sindilegis nunca negou a luta, esteve sempre batalhando por aquilo que tinha que ser feito”, disse.

O presidente do Sindilegis, Petrus Elesbão, foi visionário em seu discurso. Ele relembrou da luta vitoriosa do Sindicato em melhorar as carreiras das três Casas representadas; focou no futuro, falando sobre as mudanças necessárias para um novo sindicalismo que tenha forças para lutar contra o movimento “anti-servidor”.

“Se estamos afundados em tantos problemas graves, por que não buscar em nossos quadros técnicos as soluções?”, e continuou: “Temos dentro do Senado, da Câmara e do TCU muitas das mentes mais brilhantes do País. No Executivo e no Judiciário não é diferente. Há uma legião de notáveis aguardando nas repartições públicas uma oportunidade de servir ao País com seu conhecimento e experiência, não apenas executando, mas buscando e desenvolvendo as diretrizes e políticas públicas que a Nação anseia”, concluiu Petrus Elesbão.

Com informações da Ascom / Sindilegis