Ascade participa de ação social com o Sindilegis

 

A Ascade, em parceria com o Sindilegis e Asa-CD, doou kits de higiene e cestas básicas na manhã desta sexta-feira, 04 de setembro, para mulheres em situação de rua que vivem nos arredores do Setor Comercial Sul. Ao todo, são 150 pessoas nessa situação.

Durante a ação, a diretora de Assistência Social da Ascade e de Benefícios do Sindilegis, Fátima Mosqueira, acompanhada do presidente da Ascade, Francisco Morais, esteve no Setor Comercial, durante operação integrada com a Secretaria da Mulher do DF, para distribuir as doações.

Vivendo na região há quase seis meses, desde que deixou Fortaleza, sua terra natal, Tarciany Ferro agradeceu as doações e garantiu que os gestos de solidariedade são o que a mantém vivendo. “Se não fossem as doações não sei o que seria da gente. Vocês salvam as nossas vidas. Muito obrigada”.

IMG_0193

As doações foram feitas durante operação integrada entre várias secretarias do GDF, entre elas a Secretaria da Mulher. Do dia 25 de agosto até hoje, dia 4 de setembro, uma equipe de quatro profissionais da Secretaria estiveram à disposição no local, oferecendo informações e orientações sobre os direitos das mulheres, as leis de amparo existentes e fazendo o direcionamento correto para as principais demandas na área de saúde e moradia, além de recolherem e repassarem doações de cestas básicas, roupas, calçados e artigos de higiene.

“O enfoque em ações solidárias que priorizem pessoas em situação de vulnerabilidade, as comunidades mais desassistidas é um pedido do nosso presidente e que nós apoiamos com afinco. Essa é uma missão que o Sindilegis  e a Ascade tem com a mulher, com as pessoas em condições de vida precárias, com os que mais necessitam. Agradeço a todos que sempre nos apoiam a realizar essas ações, que contribuem para que essas pessoas tenham uma vida mais digna”, disse Fátima Mosqueira.

A secretária da Mulher, Ericka Filippelli, reforçou a necessidade de que todos contribuam e agradeceu as entidades por se manterem presentes, ajudando e amparando aos que mais precisam.

Fonte: Ascom / Sindilegis